quinta-feira, janeiro 22, 2009

Eu vi, eu vi, eu vi!



Edécio Lopes o homem que mudou o rádio alagoano. Os microfones do Estado estão mais tristes. Os fãs e companheiros de trabalho lamentam sua morte ocorrida, na última segunda-feira em sua residência.

Vítima de um AVC em agosto do ano passado ele estava em coma. Descansou antes do carnaval o período em que mais se divertia e fazia o público feliz. Lamentavelmente, deixou a "Cidade Sorriso" triste.

Cantor, poeta, radialista e pesquisador musical Edécio é de um tempo em que os homens se destacavam por sua cultura e não pela conta bancária. Inteligente e bem humorado adorava um trocadilho. Viveu para rir e fazer os outros sorrirem.

O rádio alagoano ficou mais pobre sem sua presença. Agora, perspicaz como sempre foi, deve estar no céu tentando uma entrevista exclusiva com os anjos. Descanse em paz amigo. Um dia nos encontraremos para novas conversas.

Por aqui continuamos a subir a "ladeira do Farol" e parando eu seus mirantes a olhar. Felizmente Deus nos deu a chance de conhecê-lo. Eu posso dizer a quem perguntar "eu vi, eu vi, eu vi". E, melhor ainda, o entrevistei.

Valeu Edécio. Com vc se foram as "Manhãs Brasileiras".

Comentário do Aílton Cruz - Angola/África

Lindo, simplesmente lindo este texto.Meu amigo não foi só vc que conheceu Edécio Lopes, eu tive este privilégio, como também toquei subindo a ladeira do Farol. Ele e o maestro Ivanildo Rafael e Juvenal Lopes, vão compor lá em cima.

Dessa vez a bandinha vai tocar.

Ailton Cruz

Um comentário:

Ailton Cruz Repórter fotográfico disse...

Lindo, simplesmente lindo este texto.
Meu amigo não foi só vc que conheceu Edécio Lopes, eu tive este privilégio, como também toquei subindo a ladeira do Farol. Ele e o maestro Ivanildo Rafael, e Juvenal Lopes, vão compor lá em cima. Dessa vez a bandinha vai tocar.
Ailton Cruz