quarta-feira, dezembro 31, 2008

Uma ilha de felicidade



O ano chegou ao fim e preciso agradecer. Primeiro a Deus por ter me dado a oportunidade de conhecer tanta gente legal e sonhadora como eu. Além é claro de ter concedido saúde aos familiares, em especial minha princesinha Lorena.


Gostaria que minha alegria por ter concluído mais esta etapa pudesse contagiar a todos. Sei que isso é difícil. Mas, acredito que se permanecermos com sentimentos positivos em relação a vida influenciaremos positivamente as pessoas. Sorrir, manter o bom humor faz parte do processo.


É claro que teremos derrotas no próximo ano. Porém, é certo que as vitórias virão e serão muito valorizadas. O fato de estarmos vivos é nossa maior vitória. Descobrir e valorizar isso como importante é a maior prova de humildade.


Mesmo os descrentes ficam com aquela pulga atrás da orelha e tendem a agradecer em silêncio. E é por aí. Se vc tem vergonha de externar publicamente seu sentimento em relação a vida o faça escondido. Mas não deixe de reconhecer que há uma força maior que vc.

Que o dia 1º represente um novo começo e represente a oportunidade de sermos diferentes.
Lembre-se que podemos ser uma ilha de felicidade cercada de beleza por todos os lados.



Lorena, a mulher que mudou minha vida.

Ahhhhhhhhhhhh!


Feliz ano novo a todos!


Um 2009 brilhante e cheio de idéias!


São meus votos e do babai...


quarta-feira, dezembro 24, 2008

Nascimento

Essa imagem é uma das mais belas produzidas pela natureza. É uma onda em seu estado máximo: o tubo. A combinação da velocidade do vento com a ondulação do mar cria essa bolsa moldada pelo vento. A perfeição é divina!
Passar por dentro dela é uma espécie de renascimento. Talvez por isso nós surfistas tenhamos o espírito jovem.
É com essa imagem simbólica - momento da rara beleza - que desejo aos amigos e os inimigos do blog que o Natal represente um renascimento a todos e a todas.
A partir da meia-noite o dia 25 nasce como símbolo da chegada do escolhido: Jesus.
Para os cristãos, de todas as facções religiosas, esse episódio mudou o planeta. Pena que na região por onde andou e nasceu a discórdia continua.
Esse tema é o fato mais debatido na história da humanidade. A única coisa já descobriram, segundo o termômetro do mundo - que analisa os conflitos de guerra- é que no período natalino há uma tendência para a paz.
Quando penso em Cristo só o imagino como um símbolo da paz. Em viver em paz. E desejar a paz. Lutar pela paz. Ser radicalmente a favor da paz. Torcer para que os amigos e familiares fiquem em paz. Que encontrem a paz. Que sejam a paz.
Que respirem a paz!

terça-feira, dezembro 23, 2008

Então é natal...





Saltando do sexo feminino para o masculino




Yvonne antes da transformação
e abaixo como Baliam




A alemã atleta do salto com vara Yvonne Buschbaum deu um pulo para o outro sexo. Ela fez uma cirurgia para transformar o seu corpo numa versão masculina.




Baliam, como passou a se chamar, não admite, mas tudo indica que foi o esporte que a fez mudar. Afinal treinar e competir o tempo todo com o pau na mão, digo a vara, acabou pesando na escolha.




Isso sim é uma mudança do caralho!


segunda-feira, dezembro 22, 2008

Inutilidade pública



Moradores da cidade de Bucareste - cidada que é o centro ingustrial da Romênia- participaram de uma quebra de record de total inutilidade pública. Aproveitando o apelo natalino de final de ano eles reuniram mais de 3 mil papais noéis numa praça. O gesto superou a marca do ano passado.


Para quem não sabe a principal versão para o surgimento do papai noel tá associado a uma campanha publicitária da Coca-Cola.
Isso mesmo. Papai noel é personagem para vender refrigerante. Até a cor vermelha de sua rouba é uma forma de associar a marca da empresa.

quinta-feira, dezembro 18, 2008

Sapucaia se auto denuncia e detona esquema

A natureza criou uma árvore que entre as qualidades tem a resistência. Se chama Sapucaia. É uma madeira de lei. Não as leis do código penal. Essa é coisa de outro Sapucaia. Digo, o Antônio! Amigo do combativo jornalista e advogado, Tobias Granja.




Ontem ele demonstrou compreender o jogo de mão dupla que é a informação e contra-informação. Na semana seguinte em que foi homenageado na Assembléia Legislativa seria desmoralizado por não ter um "diploma" de auto-escola.



Mas antes da porrada da mídia, quem deu a lapada foi o próprio Sapucaia. Bem ao seu estilo, antes de ser atacado, atacou! Bateu forte e assumiu ter sido envolvido num esquema fraudulento para renovação de carteiras de habilitação.


"Não sabia!", disse.

O efeito dessa frase curta seria outro se ao ivés do próprio Sapucaia se denunciar, fosse a mídia-com uma suposta fonte-que fizesse a revelação. Com a habilidade de um motorista astuto ele se livrou do buraco e das curvas perigosas que se escondem em algumas manchetes.

"Queriam me desmoralizar!", afirmou o ex-desembargador.


Franqueza

Se dirigindo com franqueza para os jornalistas o diretor do Detran mostrou conhecer a via de mão dupla que escondem os fatos. Amorteceu os títulos das matérias. Escapou do "Sapucaia é pego em esquema" e deu lugar ao "Sapucaia desmonta esquema!".

Só quem conhece o "jogo" de bastidores do jornalismo, como os jornalistas conseguiria driblar o destino das chamadas. (Para quem não sabe Sapucaia foi repórter e editor do Jornal Gazeta). Com a prova da fraude nas mãos se auto denunciou. Incrível! Tão forte quanto uma colisão frontal.

Com habilidade na direção Sapucaia escapou de uma batida lateral no cruzamento, dando uma porrada por trás de seus supostos "denunciantes".

Motorista prudente terminou a entrevista coletiva sobre o caso admitindo que voltará para uma auto-escola. "Vou para uma dessas aí que for boa", avisou.

Slogan

Sem querer a que procurar terá uma mídia espontânea. Já penso até no slogan para comerciais. "Nessa o Sapucaia confia!" ou "Faça como Sapucaia ande na direção certa!"

Imaginem só...campanhas publicitárias na TV...chamadas em rádios...ou simplesmente frases nos pára-choques de caminhão.

De qualquer modo Sapucaia mudou a famosa frase usada pelo Grupo Bloc para vender seu principal produto impresso, a revista Manchete.

"Aconteceu virou Manchete!" caiu para "Aconteceria e virou manchete".

Cada vez mais me convenso que o Dentran nasceu para o Sapucaia. Até os verbos (conduzir-dirigir-agir-mudar) de sua personalidade rimam com o jargão da nova missão.

Como Sapucaia não é candidato a nada até o final de sua gestão não vira nem para a esquerda, nem para a direita. Talvez por isso aceitou um cargo no governo tucano, que como estrada o muro.


Gandhi

O nosso Gandhi continua fazendo uma gestão de "resistência pacífica". Companheiro, por favor, não pise no freio. Atropele a incompetência e mande para o acostamento quem atrapalha o trânsito administrativo.




Agora, mude o lento sistema de informática. Ele só vive estancando!






segunda-feira, dezembro 15, 2008

A alma e a Melancia

A internet despeja diariamente milhares de informações em nossas mentes e corações. Se para um adulto (ou adúltero) já é difícil enteder imaginem os adolescentes. Numa só tarde achei duas notícias dignas de uma reflexão. Acima o músico inglês Dante. Ele colocou nada menos que sua alma para vender na internet.

O negócio foi tão absurdo que o site retirou o anúncio. Mas, somente porque, não trabalha com coisas imateriais.

Abaixo nossa mulher-fruta tipo exportação, Andressa "Melancia" Soares, em mais uma entrevista polêmica. Desta vez ela conversando com João Gordo (MTV) deixou-o apalpar a fruta, digo a bunda. O objetivo era "jornalístico", mas como se o João é precário? (Bom deixa para lá!...Essa é outra discussão).

O detalhe é que na cabeça do adolescente (o cara e a menina) fica difícil saber qual o valor da vida. Vendemos nossa força de trabalho ou o corpo e/ou até a alma? Isso é uma questão delicadíssima. É preciso tá ligado para essa "chuva" de loucuras que circulam na rede.
Ou seja na net tem nego vendendo a alma e a bunda com a mesma facilidade. É sério!



video



Cuca tá lá...mas seu coração é alvinegro

O ano esportivo de 2008 termina sem o Botafogo conquistar nada. Exceto o respeito da crônica, da torcida e até dos rivais. Todos reconheceram qualidades no elenco alvinegro. Não é a toa que o Corinthians está levando Jorge Henrique e Túlio, enquanto Wellington Paulista negocia com o Grêmio.

Foi mais um ano em que não conseguimos vencer o Flamengo. Agora, com o ex-técnico deles, lei-se Ney Franco, estamos próximos de conseguir isso. Principalmente depois que os rubro-negros contraram o botafoguense Cuca. Isso mesmo! Cuca agora é Fla.


Se o técnico que trouxe tantas alegrias ao Fogão continuar com sua sorte em 2009 venceremos o Flamengo com facilidade. O teste será no Campeonato Carioca. Este ano, no Botafogo, Cuca quase chegava lá, com a gente. Mas, não deu. E agora??


Sorte para o Cuca e obrigado por tudo. Sabemos que seu coração é alvinegro. Por isso tá na hora de retribuir....kkkk Será??

sexta-feira, dezembro 12, 2008

Relação sem sal pega fogo


A violência contra a mulher é algo vergonhoso. Infelizmente está presente em todos os níveis. Até quem tem formação -às vezes- escorrega e paga vexame. Foi o que aconteceu com o 2º tenente Ângelo Francisco Sarmento e sua esposa a 1º tenente Érika.

Na noite de quinta-feira eles estavam reunidos com um grupo de amigos quando discutiram por conta da falta de sal na salada. O bate-boca acabou em agressão e o caso foi parar na Delegacia de Plantão III, em seguida na Delegacia da Mulher.

Ângelo acabou preso e recolhido ao quartel do Corpo de Bombeiros.

O caso é sério, mesmo que o motivo tenha sido uma banalidade. O detalhe é que agressão é crime. Por isso o marido irá responder processo sobre o caso. Além do constrangimento fica o mal exemplo para o restante da categoria.

No meio jornalístico esse é o tipo de coisa onde a "manchete" nasce antes da reportagem: Salada bota fogo em confranternição de bombeiros!


quinta-feira, dezembro 11, 2008

Até os feras erram...Zileide Silva

O sumiço do texto no vídeo deixou a apresentadora Zileide Silva desesperada. O erro, involuntário, aconteceu durante a apresentação do Jornal Hoje. Sem óculos ela não conseguiu achar o texto. Atualmente, sempre que escalada para substituir os apresentadores ela só aceita se puder trabalhar usando óculos.

Assista o desespero.

quarta-feira, dezembro 10, 2008

Imagem histórica: Garrincha no ASA

Enquanto o futebol alagoano vive sua maior crise de expectativas, trago a imagem de Garrincha (segundo agachado da E) quando jogou partida pelo ASA de Arapiraca. O jogo foi em 1973 no campo de barro da agremiação arapiraquense. A simplicidade do craque do Botafogo e da Seleção Brasileira cativou a todos os atletas da época.

terça-feira, dezembro 09, 2008

CQC só quer ser...


Fazer humor na televisão aberta não é fácil. Os acordos políticos e a disputa pelo "bolo" publicitário dificulta a criatividade e costuma limitar os alvos das piadas.


Mas, há alguns meses, tenho acompanhado a turma do CQC, lideradas por Marcelo Tas. De um modo criativo e usando o jornalismo como linguagem o grupo tem conseguido romper barreiras.
Eles lembram o "Casseta e Planeta", no início dos tempos, quando Bussunda era o líder. Hoje o grupo sucumbiu ao marasmo e ao contrato milionário com a TV Globo.

Foi exatamente aí que o CQC inovou. A publicidade foi levada pelo projeto do Tas enquanto a Band coube a liberação do horário.

O casamento de interesses agradou e ganhou espaço. De uns tempos para cá políticos da "velha" e "nova" guarda estão preocupados. Kassab e Maluf são os eleitos pelas críticas e questionamentos. Sem falar no Pitta, coitado, que teve que dar explicações sobre seu sumiço após a decretação de sua prisão por não pagar pensão.

As matérias de cobrança dos prefeitos, também, dão um tom diferenciado ao programa. Com isso os caras conseguiram mobilizar universitários, secundaristas, a classe média, os pobres e as vítimas dos políticos inescrupulosos.

Claro que com tantos elogios alguém vai cobrar. Porra! Tchôla...mas os caras têm a Skol e a Pepsi entre os anunciantes... Mas, e daí? Qual produto de mídia no capitalismo sobrevive sem anúncios. A diferença, porém, é que a verba paga está sendo usada para colocar o dedo nas feridas abertas pela arrogância de quem ocupa o poder.

É por isso que o CQC vem conquistando prêmios. Até o momento eles só perderam a eleição do Jornal Extra (RJ), mantido pelo grupo Globo. Ainda assim, na última terça-feira o intrépido Danilo Gentilli mostrou que os internautas elegeram o CQC, mas na hora "H" dava sempre um produto global. A manipulação foi desmentida com o registro do voto dos internautas.

segunda-feira, dezembro 08, 2008

Saca só essa capa

Esse é o jornal O Dia um periódico do Rio de Janeiro. Hoje quando abri a internet não acreditei na ousadia dessa capa. Em meio o caos que representa a queda do Vasco para a 2º divisão, do ponto de vista jornalístico valeu!

A capa ficou demais. A composição com o símbolo do clube e o texto de chamada causam um impacto tremendo.

Até onde sei O Dia é vendido apenas nas bancas. No início do ano eles estavam fazendo estudos para implantar a venda por assinatura, mas ainda não foi posta em prática.

Ou seja, os caras sabem que para vender tem que ter boa capa. E essa se superou.

Fica o exemplo para que possamos ousar desta forma um dia.

sexta-feira, dezembro 05, 2008

E o Braguinha se foi...sua pauta agora é no céu


O jornalismo alagoano ficou órfão. Morreu o jornalista Roberto Brata, 24 anos que era uma das grandes promessas da categoria. Repóter da TV Gazeta ele trabalhou na cobertura de um evento patrocinado pela empresa até a madrugada.
Após fechar o texto entrou no carro e seguia para casa. No meio do caminho, próximo a entrada para o bairro onde morava, perdeu o controle do carro e bateu violentamente numa árvore. Gravemente ferido, com fratura nas duas pernas, o baço e o fígado perfurados, ele foi internado e submetido a cirurgia. Não resistiu.
Braguinha como os amigos o chamavam adorava jornalismo. Estava realizado. Depois de meses de estágio foi contratado pela emissora. Este mês receberia o seu primeiro salário como profissional. Não deu tempo.
Até agora a notícia de sua morte insiste em parecer mentirosa. Mas é uma triste realidade. O repórter que não fugia das pautas terá outra missão: entrevistar Deus. Creio que consiguirá.
Honesto, educado, gentil e muito sério. É assim que irei lembrar do Braga. Vá e fique com Deus!

Revanche



Domingo tem uma nova partida entre o Timaço da Gazeta e o Pajuçara Comunicação.


O confronto de pernas de pau acontece no campo do CRB, na Pajuçara. Eu e outros ruins de bola estarão lá.
Na primeira partida ganhamos por 2x1, de virada. Agora é a revanche.


A farra e Domingo, às 8h30. Não paga nada para entrar...mas também não pode falar nada. OK

Aniversário da cidade...infelicidade



Moro em Maceió desde que nasci. Quando comecei a me entender por gente descobri suas belezas naturais e mazelas sociais. A cidade é linda e o povo hospitaleiro. Mas, tudo para por aí.


Temos uma classe média ingrata, sem cultura, pessimista e fadada a admirar os estados vizinhos. Aqui, quem tem dinheiro, senta na mesa do bar e fala assim: - rapaz fui a Aracaju. Que cidade limpa e organizada...


Já outro abre a boca: - melhor é em Recife...a cidade cresceu demais. Lá tem tudo!


(Essa última ainda em conseqüência da famigerada propaganda da extinta Casa do Colegial que dizia: se no Recife tem...na Casa do Colegial também tem!)


Aí vc anda atrás do carro desses malas e a cena mais comum é ver os motoristas jogando lixo pela janela do carro. Ou então fazendo uma construção no litoral e deixando a ligação clandestina de esgoto para jogá-lo no mar.


Esse é o alagoano, principalmente, o maceioense. Está sempre admirando quem vem de fora e montando investimentos. Assim que abre um restaurante novo, cujo dono veio de qualquer estado, o povo todo vai lá. Isso até enjoar e surgir um novo local!


Mas, hoje é dia de festa. Maceió completa 193 anos de existência fruto de muita luta de sua classe trabalhadora e dos pobres. Os ricos continuam mais ricos e gastando seu dinheiro fora daqui.


Para eles nada importa se o esgoto da Jatiúca cai na praia há 30 anos espalhando uma mancha negra vergonhosa.


A cidade fica velha e não se dá conta que seu parque histórico está morrendo e o crustáceo simbolo de nossa culinário já não existe mais. Pois é! O sururu sumiu. O que chega aqui vem de Aracaju. Mas, quem liga para isso?


O mais importante é que estamos ficando parecidos com Recife. Já temos até duas passagens de nível - que aqui ganham status de viaduto.


Porém, nunca seremos pernambucanos. Não que queiramos...mas é porque não vivemos nossa cultura (guerreiro, pagode, samba, pastoril, fandando ...entre outros). Isso faz uma diferença enorme.


Como não nos envolvemos com cultura não evoluimos. Sem evolução não escolhemos os melhores para nos administrarem. Como escolhemos os medianos eles fazem uma média e nos conformamos.


É! Parece que estamos fadados a permanecermos com o pé na lama. A mesma lama que cercara o engenho Maçaió...com área alagadiça, e que deu origem a cidade.


Apesar disso e de muito mais...comemoremos...esqueçamos por alguns minutos nossas 147 favelas e grotas, assim como os índices que revelam determos a liderança em analfabetismo e o maior déficit habitacional entre as capitais.


Ah! Antes que me esqueça...somos conhecidos como a cidade sorriso...mas não dá para rir...porque não temos dentes. Também somos a capital dos desdentados. Que lástima!



Dia de molhar a palavra

Hoje é sexta dia de molhar a palavra. Durante toda as semanas do ano depois de muita correria a chegada do final de semana é para relaxar. E nada melhor do que refrescar o juízo com uma gelada.

Agora, filha da puta, quando beber não dirija. Porque se vc for pego vai se fuder. E se não for ainda pode fazer merda contra alguém. Então se liga porra!

Malandro que é malandro sabe fazer o negócio sem prejudicar ninguém, muito menos a si.

sexta-feira, novembro 28, 2008

Assembléia: da taturana a as antas de plantão








Os deputados alagoanos são realmente uma espécie animal engraçada. Em dezembro do ano passado a Polícia Federal descobriu que entre eles existiam os "Taturanas", que devoravam as "folhas" de pagamento.


Passado quase um ano - os "Taturanas" continuam afastados- e entraram em cena os "Antas". Essa espécie é mais popular porque posa para a foto e joga para a galera.


Um exemplo da ação "política" das Antas envolve a aprovação da mudança do nome do Estádio Rei Pelé para "Rainha Marta". A proposta foi aprovada por 15 votos e para ser posta em prática só falta o governador Téo Vilela sancionar a lei. Esse pertence a espécie dos "tucanos" e costumam ficar em cima do muro.


Mas, diante da crítica da TV Globo-Jornal Nacional- onde o âncora William Bonner classificou como grosseria a proposta é muito difícil que Téo entre nessa.


A ALE com seus eleitos e suplentes... tomou uma atitude pra-lamentar!


Inteligência: Tom Zé o homem de "Todos os Olhos"

O irreverente e crítico Tom Zé (jornalista por formação e artista por vocação) fez um show brilhante na noite de quinta-feira em Maceió. A repercussão da apresentação marcou os mais sensíveis.
Em meio a sua presença no palco um aula sobre semiótica. Tom Zé definiu seu trabalho "mini-tonal-poli-semiótico". Gostou!
Acima uma das capas mais polêmicas de carreira. É o LP "Todos os Olhos" lançado em plena ditadura. Para provocar os militares e mostrar que não viam a verdadeira verdade pôs uma foto de uma "bola de gude" no ânus de uma modelo e fotografou. A imagem em close sugeria ser olho humano. A modelo continua anônima até hoje, assim como o fotógrafo.
Eis um pouco da semiótica de Tom Zé!

segunda-feira, novembro 24, 2008

No dia seguinte um futebol para cortar a ressaca







Flashs do Prêmio Banco do Brasil - Petrobras de Jornalismo 2008

O prêmio Banco do Brasil - Petrobras reuniu, no último sábado 22 de novembro, jornalistas de todos os segmentos da mídia alagoana. Numa festa cheia de brilho e surpresas, a categoria viu os melhores trabalhos indicados pelos jurados.

A novidade este ano começou pela composição da Comissão Julgadora. Presidida pelo jornalista Arnaldo Ferreira (TV Bandeirantes - BA) os colegas valorizaram as matérias com caráter investigativo. Nesse ponto o Jornal Gazeta de Alagoas soube aproveitar seu espaço.


Entre os vencedores gazeteanos Lelo Macena (reportagem), Janayna Ávila (Informação Cultural) e José Feitosa (fotojornalismo). O prêmio geral também ficou acasa. A vencedora foi a jornalista Blaine Oliveira com uma reportagem que revelava detalhes do aumento do tráfico de crack na periferia.

O O Jornal levou na categoria informação econômica com Waldson Costa e Carolina Sanches. A jornalista Jamylle Bezerra (Jornal Primeira Edição) ganhou na categoria Desingn Gráfico. Já no telejornalismo a TV Pajuçara chegou lá, mais uma vez com Mauro Wedekin, enquanto o IZP TV Educativa conquistou sua primeira vitória na categoria.


Os destaques da noite foram as homenagens ao jornalista Audálio Dantas, que tem um brilhante história em defesa da Democracia e dos Direitos Humanos. Além dele o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas, jornalista Sérgio Murilo, voltou a enaltecer a luta pelo diploma.

A organização do prêmio mais uma vez se superou. A festa estava linda. Os jornalistas veteranos é quem tem que marcar mais presença. A ausência favorece a inda de "precários" e "extra-terrestres" que não perdem a "boca livre" e o status de transitarem entre as feras do jornalismo alagoano.


Tirando esse fato o resto foi só diversão. Abaixo alguns flashs etílicos do evento.






________________________________________________________





João Dionísio (Tribuna Independente) entre beijos e abraços em pleno salão de dança.


Baracho e Tião os pilotos do O Jornal também curtiram com seus companheiros de trabalho

Thayne (Alagoas Agora), Preá (Fonte de Notícias) e Guga (Alagoas Agora) empolgados.


Marcos Tchôla (Jornal Gazeta/Alagoas Agora) e Eva (Jornal Gazeta) na viagem do auto-retrato...

Da esquerda: Silvia (Cesmac), Margarete e Cícero (TV Gazeta), Elisana (O Jornal), Cleide (TV Gazeta), Ana Paula (Rádio Gazeta), Silvio e Liara (TV Gazeta).



Edimilson Teixeira -ET (Tribuna Independente) e esposa em pleno "love store".

Henrique, Lucas e Agatângelo (TV Paujuçara) em clima de prá lá de Bagdá!



Mauro Wedekim e Thaís (TV Pajuçara) antes ou depois das várias "beijocas" da noite. Mauro dedicou o prêmio a amada que retribuiu com vários Kisses...




Rosa e Marcos Toledo (TV Pajuçara) animação, amor e companheirismo dão o tom desse relação.



Renata Paes (Mídia Nova Comunicação) e Carlinhos (Cesmac) sempre antenados nos eventos da categoria.




Elisana e Layra (O Jornal) ao lado de Eva (Jornal Gazeta) e Luis. As meninas numa pose exclusiva, jamais vista em fotografias.




Guga mostrando que o "tanque" ainda tinha espaço.




Da esquerda: Arnaldo Ferreira (TV Bandeirantes -BA), Marcelo Albuquerque (Jornal Gazeta), Jamile (Primeira Edição) e Esthér Carvalho (O Jornal).




Lis, Marcos e Eva (Jornal Gazeta) em clima de descontração.







Liara Nogueira (TV Gazeta) curtindo o som sem sair do lado da mesa.







quinta-feira, novembro 20, 2008

O Ney foi franco




O técnico Ney Franco foi extremamente franco com o Botafogo este ano. Ele chegou ao clube depois do técnico Cuca com o comprimisso de dar um novo gás ao clube. Conseguiu!


Na tarde de hoje ele renovou com o glorioso para a temporada 2009. Detalhe: ele recusou propostas do Cruzeiro e do Coritiba.


Atire a primeira pedra o botafoguense que não sonhou com a Copa Sulamericana, com uma vaga na Libertadores e até uma possível conquista do Brasileirão 2008.


Não conseguimos nada disso. Infelizmente! Mas isso faz parte da sina do alvinegro. O fato é que o Ney deu uma guinada de 180º graus em nossa tragetória. Fizemos vários comentaristas engolir as palavras ao vento.


Para 2009 o orçamento do Fogão reduzirá em 30%. A nova realidade se afina com a crise mundial. Os atletas que não tiveram chance este ano ficam no elenco para o Carioca 2009 e quem sabe para o Brasileiro.


Um dos xodós de Ney é o Lucas Silva.


O fato negativo é que o presidente Bebeto de Freitas não fica mais no comando do clube.

Valeu Bebeto!

Consciência negra, voce tem?


A luta pela igauldade racial está viva e firme. Movimentos negros, militantes de causas humanitárias e anônimos em geral brigam por direitos que já deveriam estar consolidados.


Alagoas a expressão dessa luta milenar tem na Serra da Barriga -em União dos Palmares- um símbolo de resistência e de adoração. Zumbi o líder negro que arregimentou companheiros para a resistência entrou para a história.


Infelizmente mais de 300 anos depois a burocracia democrática brasileira não mudou a genética racista dos falsos brancos brasileiros. Do ponto de vista político o "avanço" veio com as cotas para garantir o acesso da comunidade negra as universidades.


Segundo os líderes negros da atualidade é uma forma recuperar e compensar os anos de exclusão.

De minha parte deixo aqui o registro e o desejo para uma convivência pacífica. Desde a infância, por conta da criação que tive, não fui orientado para ver diferenças na cor. Minha família orientou-me a diferenciar as pessoas pelo caráter. E isso não está na cor da pele. O mesmo ensino a minhas filhas.


Elas sabem que meus ídolos: Pelé, Garrincha, Leônidas da Silva, Jairzinho, Didi, Quarentinha, Paulo Valentim, Paulo César Caju e Amarildo...entre outros são negros.


Viva a igualdade! Viva a liberdade!

Viva aos que têm alma alvinegra, como eu.


Relembrando Chico Science : "-Eu vim com a nação zumbi!"






De cima: Paulo César Caju, Quarentinha, Paulo Valentin, Leônidas (O Diamante Nedro) Amarildo e Didi.