sexta-feira, julho 21, 2006

O efeito loló rumo ao planalto





O PT começou a campanha com o objetivo de retomar aquelas que marcaram os anos oitenta, quando Lula ia para a porta da fábrica. Difícil acreditar, mas os petistas estão fazendo jantares e festas para arrecadar dinheiro. Como no passado. Passado inclusive vivido por Heloísa Helena, para nós a Loló.

Com uma campanha franciscana que mistura socialismo, maxismo com igreja ela tá chegando. Aparece com 10% nos maiores institutos de pesquisa. Em alguns estados como no Rio de Janeiro apareceu na frente do Lula. Esse fato tá mobilizando os petistas de todo o Brasil. A idéia é não perder a eleição por causa da Heloísa.

O PT não contava com o efeito Loló. Lula entrou na eleição para enfrentar Alckmin. Heloísa veio por fora. Capitaneando um tipo de revolta, protesto ou sei lá o que, ele consegue fazer evangélico acreditar em socialismo e liberdade.

O lema do partido, inclusive, é uma antitese história. E por uma simples razão: nunca existiu socialismo com liberdade. As experiêcias que o mundo viu, mostraram tiranias socialistas. Mas, mesmo com essa incoerência o barco de Loló vai navegando.

O PT sentiu o baque. Tanto que Lula já fala manso quando se refere a Heloísa. Direto da Europa disse que respeitava o crescimento de ex-petista. O pior é que reconhecer isso é admitir que o discurso de Heloísa, contra o PT, é uma das principais razões para o seucesso da socialista.

Em meio ao tiroteio eleitoral, Loló aparece como franca atiradora. Não teme nem tiro no pé. Confia na militância do P-Sol. Aliás os caras demonstraram coragem ao saírem do Rio, Minas e Rio G. do Sul, para irem até União dos Palmares, aqui em Alagoas, para lançarem Heloísa presidente.

A internet tem sido uma grande aliada da senadora. Pela rede se espalham vídeos e discursos de Heloísa contra o governo. No Orkut são incotáveis as comunidades. É o mais novo fenômeno da mídia alternativa.

Loló assusta porque aparece bem. Encarna o sentimento de honestidade. Aliás usa mais isso do que o programa estatizante de governo. Ainda assim consegue espaço na Globo e nas demais tvs.

E se Heloísa ganhar?

Esse dilema assusta petistas e até companheiros de Heloísa.

Se continuar assim é bom os revolucionários irem estudar as contradições do Estado brasileiro para definirem o que fazer. Do contrário entregarão o país aos contra-revolucionários militares.

Sai pra lá!

Um comentário:

robbinshood disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»